Câncer de Pele - Conheça os sintomas e sinais que aparecem

Sinais do Câncer de Pele

olheiras
Saiba mais sobre as Olheiras
7 de dezembro de 2017
Fios Capilares
Hábitos Ruins que prejudicam os Fios Capilares
14 de dezembro de 2017
Exibir tudo

Sinais do Câncer de Pele

Sinais Câncer Pele

O Câncer de pele é uma das doenças cujo número de pacientes tem aumentado de maneira alarmante nos últimos anos, mas muitos ainda não ficam atentos aos possíveis sintomas em seu corpo. Ele afeta frequentemente adultos com mais de 50 anos (pessoas mais jovens também correm o risco de desenvolvê-la) e seu aparecimento está relacionado à contínua exposição à radiação dos raios de sol ou por mutações no DNA de células epiteliais.

A boa notícia é que os índices de mortalidade do Câncer de pele diminuíram significativamente, já que está cada vez mais fácil obter um diagnóstico oportuno e também porque os tratamentos evoluíram. No entanto, é fundamental reconhecer seus sintomas o quanto antes, já que o tempo é um fator chave para evitar que se torne mais agressivo.

Conheça os sintomas de Câncer de pele

Aparecimento de sinais

O aparecimento de pintas e novos sinais, com formatos irregulares, é um dos principais sintomas de Câncer de pele. São facilmente notados, já que aparecem de repente, com características notáveis de tamanho, cor e textura.

Mudanças nos sinais

Sinais existentes que apresentarem mudanças não devem ser ignorados sob nenhuma circunstância. É muito importante prestar atenção às modificações que podem aparecer com o passar do tempo.

Para isso, foi criada a Regra do Alfabeto/ABCDE, como um método para identificar os sintomas mais perigosos:

A: Assimetria (lesões assimétricas sugerem malignidade)

B: Bordas (bordas irregulares sugerem malignidade)

C: Cores (presença de mais de 2 tons de cores nas pintas sugerem malignidade)

D: Dimensão (tamanho maior que 6 mm sugerem malignidade)

E: Elevação (superfície elevada ou irregular sugerem malignidade)

Feridas que não cicatrizam

Células saudáveis se regeneram em pouco tempo diante de lesões ou feridas. Quando estas não estão tão saudáveis ou se tornam células malignas, a cicatrização diminui e se torna mais difícil. Portanto, é preciso estar atento se houver feridas que ficam por muito tempo abertas.

Pigmentos de manchas que se espalham

O aparecimento de manchas na pele se dá por vários fatores externos e internos. No entanto, a forma como se desenvolvem pode ser determinante para saber se tem alguma relação com o Câncer de pele. Por exemplo, quando os pigmentos das suas bordas se espalham até a pele circundante, é importante revisar se isso pode ser causado por uma alteração na atividade das células.

Inflamação e vermelhidão

A presença de células malignas dá início a uma reação inflamatória que pode se tornar notável em sinais e pintas ou em outras áreas da pele.Isso, em geral, aparece mais além da borda do sinal e vem acompanhado de vermelhidão e sintomas parecidos aos de uma irritação comum. No entanto, esses incômodos persistem e pioram com o passar dos dias.

Sensibilidade e dor

As mudanças na sensibilidade da pele são sinais que podem ocorrer nesse tipo de Câncer. A coceira constante, a dor ao toque e irritação podem ser sinais de um desenvolvimento anormal das células e deve ser examinado.

Mas lembre-se que um diagnóstico preciso e válido só pode ser feito por um médico especializado, através de exames clínicos ou até mesmo, uma biópsia. Dessa maneira, os materiais recolhidos são analisados para comprovar ou não a existência do Câncer de pele, já ele que pode se assemelhar à diversas lesões benignas.

Pela maneira como se desenvolve, o tempo é fundamental para um diagnóstico precoce e um tratamento eficaz com aumento considerável nas chances de cura.

Fonte: melhorcomsaude.com/Instituto Oncoguia

Sinais Câncer Pele