Semana Mundial do Aleitamento Materno: guia prático para você saber o que precisa - Poupafarma

Semana Mundial do Aleitamento Materno: guia prático para você saber o que precisa

O inverno chegou, mamãe! Confira 5 dicas para cuidar e proteger seu bebê na estação
7 de julho de 2021
Dicas de alimentação para mães que amamentam
4 de agosto de 2021
Exibir tudo

Semana Mundial do Aleitamento Materno: guia prático para você saber o que precisa

A Semana Mundial do Aleitamento Materno foi criada com o objetivo de incentivar e conscientizar as mães sobre a importância de amamentar os filhos. Para ajudar você a entender mais sobre o assunto, fizemos um guia dos principais benefícios e cuidados que o leite materno traz para a saúde e o bem-estar das mamães e das crianças.

Alimento completo

Se houvesse uma propaganda para vender o leite materno, ela diria que ele é um alimento completo e equilibrado, perfeito para todas as necessidades das crianças até seis meses de idade. Além disso, é de fácil digestão e ainda ajuda a controlar as temidas cólicas que atrapalham o sono do bebê e dos pais. Sem falar que é gratuito, prático e totalmente natural!

Proteção garantida

Mais do que contar com todos os nutrientes que o bebê necessita, o leite materno também é poderoso na proteção de doenças. Ele colabora diretamente no desenvolvimento do sistema imunológico da criança, previne alergias, obesidade e intolerância ao glúten. Crianças que mamam também ficam mais protegidas da anemia, possuem menor riscos de desenvolver asma e artrite reumatoide, além da amamentação auxiliar na formação do microbioma do intestino.

Benefícios para a mãe

Se você está em dúvida sobre a amamentação, é bom saber que as mamães que se dedicam a esse hábito emagrecem mais depois da gravidez, podendo queimar até 800 calorias por dia. Mas se você quer motivos ainda mais fortes do que a preocupação estética, aqui vão eles: mães que amamentam apresentam mais sensações de bem-estar, reduzem as chances de desenvolver doenças cardíacas e diabetes depois da gravidez, e amamentar ainda tem efeito protetor contra o câncer de mama e ovário.

Recomendações da OMS

A Organização Mundial da Saúde recomenda que até o sexto mês de vida,o leite materno seja o único alimento da criança; dispensa água, chá e qualquer outro complemento. Após os primeiros seis meses, as mães devem incluir alimentos adequados e podem manter a amamentação até dois anos ou mais.

Produtos que ajudam a rotina da amamentação

Embora a amamentação exista desde que o ser humano habita o planeta, ao longo do tempo, novos utensílios, acessórios e produtos vieram para facilitar este precioso momento e para trazer mais conforto para as mães. Os sutiãs de amamentação, por exemplo, ajudam a eliminar a umidade dos mamilos, reduzem os ferimentos e uma possível proliferação de bactérias. Há também os mamilos de silicone que funcionam como uma camada protetora da pele porque oferecem uma alternativa mais resistente para o bebê se agarrar. Já os protetores de mamilos evitam que o peito sofra atritos nas roupas e se machuque mais. Para as mães que estão com os seios doloridos, as almofadas de hidrogel servem para aliviar as dores e há também cremes especialmente desenvolvidos para a recuperação dos mamilos machucados. 

Cuidados com o peito

Na região da aréola existe uma produção natural, uma espécie de óleo hidratante que protege os seios de ferimentos. Por isso, na hora do banho, evite utilizar sabonete nessa região do corpo porque o sabão retira essa proteção natural. Ao enxugar, procure deixar que os mamilos sequem livremente. No máximo, utilize uma toalha macia para secar com suavidade. O poder do leite materno é tão grande que ele também ajuda a curar os peitos doloridos. Então, espalhe algumas gotas do líquido antes e depois da amamentação.